Como Aprender Slackline

Como aprender slackline: os primeiros desafios

Como aprender slackline?

[ Como aprender slackline ] Assistir um atleta de slackline caminhando com destreza e concentração sobre a fita é algo convidativo e encantador. Toda aquela leveza, os movimentos sutis com os braços, o caminhar ereto e tranquilo fazem o esporte parecer fácil, pelo menos à primeira vista.

Mas deixar o modo expectador de lado e encarar o desafio de se equilibrar em um slackline, faz com que a primeira impressão se desfaça rapidamente. As pernas tremem (muito), a sensação de insegurança aumenta e um pensamento insiste em invadir a mente: “eu não consigo”. Nessa hora é preciso ter calma e levar em consideração que quase todo mundo passa pela mesma sensação. Por trás dos passos tranquilos e conscientes de um praticante experiente, há muitas e muitas horas de prática e insistência.

Não importa se você já pratica outros esportes ou se está há um tempinho sedentário. Pisar em uma fita pela primeira vez é sempre uma experiência desafiadora. Alguns podem até ter um pouco mais de facilidade do que outros. Mas ninguém nasceu pronto para ficar de pé sobre uma superfície instável de apenas 50 milímetros de largura.

Para provar que você não está sozinho neste barco, listamos aqui neste post alguns dos principais desafios que um praticante enfrenta no processo de aprender slackline.

  1. Slackline e a timidez da primeira vez:

Sempre que tentamos fazer algo que para nós é novo, mas que outras pessoas já o fazem com tranquilidade, é normal ficarmos tímidos. O que não se pode deixar é a timidez impedir de tentar. Lembre-se que até atletas profissionais já passaram pela dura fase de aprendizado.  Aproveite a presença de praticantes mais experientes para pegar dicas valiosas sobre a prática.

  1. A tremedeira nas pernas:

No começo essa talvez seja a maior dificuldade. É só colocar os pés na fita e ela parece ganhar vida própria. Uma tremedeira sem fim toma conta de todo o corpo e parece que não vai acabar nunca. Para driblá-la é preciso perceber que quem balança é você e não a fita. E por isso quanto mais calmo você estiver, menos tremedeira. Tente relaxar os músculos enquanto tenta se equilibrar.

  1. Manter a respiração continua:

Respirar é vital. Esta frase parece óbvia, mas ao subir em uma fita pela primeira vez muita gente esquece disso. A instabilidade e a insegurança muitas vezes fazem o iniciante prender a respiração e assim tudo se torna ainda mais difícil. Portanto respire fundo!

  1. Não olhar para baixo

Se a base é instável e a sensação é que você pode cair a qualquer momento, olhar para o chão parece uma opção segura, não é mesmo? Não!

Ao olhar para baixo, o praticante perde o ponto de referência e começar a ver tudo balançando não ajuda em nada a manter o equilíbrio. Por isso, tente fixar o seu olhar em um ponto único, preferencialmente no final da fita, que é onde você quer chegar.  Foco no objetivo!

  1. O pensamento negativo:

Pensar que não vai conseguir é o primeiro passo para o fracasso. A dificuldade de se manter de pé pode lhe fazer trazer pensamentos negativos como: “isso é impossível” ou “eu não nasci para isso”. Ter estes pensamentos é até normal no começo. O que você não pode fazer é deixar que eles tomem conta e até mesmo o faça desistir de algo que você almeja conquistar. Persistência é a chave para quem quer praticar slackline.

  1. O medo de cair:

Este é outro ponto que impede muitas pessoas de conseguirem se equilibrar sobre o slackline. A preocupação com a queda deixa os músculos do corpo tensos e tira a concentração da mente. Para vencer o medo, procure montar a fita o mais perto do chão possível. Assim você diminui muito o risco de se machucar.  Depois disso permita-se levar uns tombos, pois somente assim você vai provar para sua mente que não há grandes perigos na queda. Com este exercício você vai ficar cada vez mais à vontade sobre a fita. Nessa hora é que se faz valer aquele velho ditado: “se cair, do chão não passa. ”

  1. As distrações ao entorno:

Concentração é a base da prática de slackline. Ao colocar os pés na fita, foque toda a sua atenção no seu corpo e em sua respiração. Esqueça o que acontece a sua volta, não se preocupe se tem gente olhando. Entregue-se a prática. Além de ajudar você a se equilibrar, focar a atenção no presente proporciona muito relaxamento à mente.

  1. A ansiedade de atravessar:

Você está quase lá. Começou a entender o ponto em que seu corpo se mantém equilibrado e já está arriscando os primeiros passos na fita. Neste momento é fundamental manter a calma e esquecer um pouco a vontade de chegar ao outro lado. Pois a ansiedade em atravessar a fita também é um fator que atrapalha muito a concentração.

Como aprender slackline é algo gradativo, foque em cada passo, pois no final das contas o objetivo da prática de slackline é se manter equilibrado e não somente concluir a travessia. Não há uma resposta ponta para a frequente pergunta ” como aprender slackline ? ” Há apenas um caminho diversão e muito treino!

Faça parte da família Gibbon nas redes sociais: 

Facebook: https://www.facebook.com/GibbonBrasil/

Instagram: https://www.instagram.com/gibbonslacklinesbrasil/

Agora que você já sabe como aprender slackline Conheça os produtos Gibbon Slacklines

Quer se inspirar ainda mais? Conheça as 5 mudanças que o slackline vai fazer na sua vida.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X